Antes e Depois #2 – Castelo Rá-Tim-Bum

12

Quem nunca teve um programa de tv favorito? Ou quem nunca esperou por muito tempo ansioso na frente da tela só para ver o que tanto queria sem perder um minuto? É baseado nisso que nós tivemos a ideia de divulgar para vocês a vida dos artistas que mais marcaram a nossa infância e que nos fazem sentir saudade!

É pensando nisso que essa semana iremos fazer sobre o nosso querido Castelo Rá-Tim-Bum. Quem nunca ouviu falar? Quem nunca parou o que estava fazendo apenas para assistir um pedacinho que seja?

Castelo Rá-Tim-Bum teve sua estréia em 1994, agradando de cara todo tipo de público. Foi gravado até 1997, e mesmo depois disso não saiu das telas. A Tv Cultura reprisa esses episódios por tamanho sucesso.

Então, curiosos para saber o que houve com Nino, Pedro, Zequinha, Biba, Tio Victor e todo o elenco?
Vamos lá:

Nino – Cássio Scapin

Cássio Scapin tem um carreira fantástica. Desde sempre gostou e se dedicou ao teatro e a televisão. Mesmo com os pais sendo contra, ele não desistiu e teve um prestígio muito grande ao interpretar Nino. Um garoto de 300 anos que teve reconhecimento no país todo, agradando o público. De lá pra ca, Cássio fez diversas novelas e recentemente renovou seu contrato com a Rede Record. Seu último trabalho foi como Sereno, em “Ribeirão do tempo”.

Dr. Victor – Sérgio Manberti

Sérgio Mamberti começou sua carreira em 1962. Sua estréia na tv foi em “Antígone América”. Nesse tempo teve muitos papéis importantes, aonde já ultrapassa mais de 70 peças desde então. Ele tem uma carreira de sucesso, que não parou em um espaço de tempo se quer. Sérgio já fez mini-séries, novelas, teatro, filmes. Como por exemplo “Nudismo à força”, “A menina do lado”, “O efeito ilha”, “Castelo Rá-Tim-Bum”, entre muitos outros. O mais recente foi uma participação em “O astro”.

Dona Morgana – Rosi Campos

Sua carreira se baseia em peças onde fez sucesso em “Ela acha que é normal”, “As sereias da zona sul”. E não parou por aí, aliás, tem muito mais. Além do teatro, ela tem uma longa história no mundo dos cinemas e novelas. Na tv estreou fazendo “Brasileiros e brasileiras”. Rosi é reconhecida pela sua aproximação com o público infantil e adorada por todas as crianças, é claro, como a famosa Dona Morgana. Além de atriz, ela é roteirista, produtora, diretora. E pelo visto ainda vamos ver Rosi por um bom tempo na telinha, com um sucesso incrível.

Biba – Cinthya Rachel

Parece que nossa querida Biba não decolou muito com a fama, aonde seu personagem mais marcante foi interpretando a Biba (Castelo Rá-Tim-Bum). É uma carreira mais limitada, aonde constam apenas um filme e uma novela. Cinthya porém não deixou tudo de lado. Atualmente estava no programa da Eliana apresentando o quadro “Sonhos que não se compram”. Aonde mais se destacou foi na própria Tv Cultura, que está incluso além do “Castelo”.. “Turma da cultura” e “O professor”.

Pedro – Luciano Amaral

Quem lembra da frase “Alô, alô, planeta terra chamando, planeta terra chamando! Essa é mais uma edição do diário de bordo, de Lucas Silva e Silva. Falando diretamente do mundo da lua, aonde tudo pode acontecer”. Pois é pessoal! Nosso querido Luciano já começou sua carreira como papel principal de “No mundo da lua” também na Tv Cultura. Além de começar como protagonista, seu trabalho seguinte não foi nada mal, interpretando o Pedro de “Castelo Rá-Tim-Bum”. Em 2002 participou de Teleton e no ano seguinte estreou na Band. Luciano já dirigiu espetáculos e apresentou programas.

Zequinha – Freddy Allan

“PORQUE SIM, ZEQUINHA!”. É pessoal, a história do Freddy começou também desde cedo. Ele iniciou sua vida artística aos 7 anos, e já conquistou um prêmio de ator revelação com o “A fuga do planeta Kiltran” e foi por causa disso que foi convidado para participar do Castelo Rá-Tim-Bum. Desde sempre foi apaixonado por esse ramo e sua carreira confirma. Com diversos filmes, comerciais, peças e programas. Ele participou de festivais, dirigiu a “Alma” e também se dedica a roteiros.

Penélope – Ângela Dip

A vida artística de Ângela teve os principais destaques como a fofa da Penélope, e com a participação em “Terça Insana”. Dá pra resumir sua história com cinemas e televisão, aonde participou de filmes ligados ao próprio Castelo Rá-Tim-Bum, e participou de “Eliana e o segredo dos golfinhos”. Ela teve vários papéis memoráveis em programas e novelas inesquecíveis, como “Sob nova direção”, “Malhação ID”, “A diarista”, “Toma lá da cá”, “Caminho das índias”, entre outros.

Dr. Abobrinha – Pascoal da Conceição

Tudo começou mesmo a partir de 1972, onde fez sua primeira peça teatral, “Pic-Nic no Front”. Claro que gostava dessa história de ser ator, mas se dedicou exclusivamente para isso somente em 1980. Pascoal tem uma boa carreira no cinema e na televisão, mas o que realmente nos surpreende é a quantidade de peças que ele produziu, participou ou dirigiu. Atualmente trabalha em “O astro” na Globo como Inácio.

Caipora – Patrícia Gaspar

A nossa querida Patrícia começou a trabalhar na tv com apenas 10 anos de idade ao lado de seu pai, o jornalista Carlos Gaspar. Porém, a quantidade de atuação no teatro é impressionante. Já participou de 29 peças e dirigiu 2. Além de atriz, é também roteirista, professora e diretora.

Bongô – Eduardo da Silva

Eduardo foi criado por sua madrinha (e mãe adotiva) Olga. Aos 6 anos foi chamado para participar de um programa de tv, aonde deu início a uma carreira que ele nem imaginava. Ele começou na telinha oficialmente em 1978 quando tinha somente 14 anos, participando da novela “Solar Paraíso”. Porém em 1985 todas as emissoras de São Paulo pararam de produzir novelas, então se dedicou sua carreira como professor de biologia. Mesmo seguindo outra carreira, nunca deixou de lado a paixão pelo teatro e cinema. Atualmente não tem nada em vista, mas sempre deixará sua marca no mundo artístico.

Etevaldo – Wagner Bello

Wagner foi um ator aonde sua aparição mais memorável e importante foi como Etevaldo. Ele trabalhou em diversas peças e inclusive ganhou um prêmio em 1991 com a peça “Enq, O gnomo”. E foi através disso que foi convidado para participar de Castelo-Rá-Tim-Bum. Wagner faleceu em 12 de agosto de 1994, a causa da morte foi AIDS, que tinha descoberto apenas poucas semanas antes.


GOSTOU DO POST? TORNE-SE FÃ DO EMULA

OUTROS POSTS